segunda-feira, 19 de junho de 2017

O que acontece com o Facebook? Como explicar tanto ódio, banalidades e bizarrices?

Fazem dois anos que resisto em manter minha página no Facebook ativa continuamente. Sim, tenho uma página e muitos amigos, mas há muito tempo discordo frontalmente do que vejo nas poucas vezes que ativo a página. Além de banalidades ou mensagens superficiais e inócuas, há muito ódio, incentivo a radicalização, fotos de esquisitices, pessoas mutiladas, animais maltratados, provocações contínuas, moralismo vazio, partidarização, elitismo, pessoas em situações ou posturas bizarras e várias coisas que não valeria a pena mencionar... Pouquíssima coisa boa, pouca densidade intelectual, pouca diversão saudável, ou mesmo pouca coisa agradável... Logo, desativo a página e na maior parte do tempo não sou 'encontrado' por ninguém.

O que ocorre com o facebook? A que de fato ele se destina? O que o Facebook se tornou?
No ano passado fiz uma série de pesquisas sobre o facebook com a comunidade acadêmica e os resultados são impressionantes com relação aos sentimentos que a rede gera: inveja, indignação, sentimento faccioso, baixa autoestima, intriga e revolta. A pesquisa também indicou, entre outras coisas, que as propagandas têm pouquíssimo efeito prático.

Apresentarei aos que frequentam este Blog os resultados das pesquisas. Aguardem.

2 comentários:

Solange Prestes disse...

Ola Frank, penso assim também... foi por isso que criei o blogger, mesmo sendo um blogger pessoal, me sinto muito melhor por aqui do que lá no face... embora mantenho ativo por ter muitos amigos de verdade. Mas me pego fazendo as mesmas perguntas que a sua e me bate aquela vontade de excluí. Já fui questionada o porque demoro tanto para trocar a foto do perfil, o porque não postei sobre a minha gravidez e até porque só posto coisas positivas. Sem comentários né !

Anônimo disse...

Ola Frank, penso assim também e me pego refletindo em muitas coisas uma delas é o auto-elogio, pois tenho um pouco de psicologia para observar o excesso de fotos lindas e perfeitas que são postadas e penso : essa pessoa quer atenção, quer ser elogiada e quando você se auto -elogia não há necessidades de esperar elogios de outros. Não que isso não seja bom, claro que é e faz bem para o "ego" mas em demasia não é saudável.
Já fui questionada o porque demoro tanto para trocar a foto do perfil, o porque não postei ainda sobre a minha gravidez, o porque só posto coisas positivas. ( Sem comentários )
Por isso criei o blogger, mesmo sendo ele pessoal me sinto melhor por aqui do que lá rs. O Blogger não espero curtidas, seguidores, likes e nada do tipo .... é mais mesmo pela necessidade de escrever pra mim ou para amigas com histórias parecidas.
Muito boa sua postagem para refletirmos.
Abç

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...